Pesquisa

Aviso
Devido ao processo de migração da Banca Livraria Popular para o site da Pueblo Livraria, pedimos para enviar e-mail confirmando a disponibilidade dos livros antes de compra-los por este blog.

Geomorfologia - aplicações e metodologias

Autores: João Osvaldo Rodrigues Nunes e Paulo César Rocha.

Este livro representa uma importante contribuição para a geomorfologia brasileira e em especial para a geografia física, já que estamos vivendo um momento extremamente rico e delicado sobre o futuro desse campo temático na geografia brasileira. Especificamente, os capítulos procuram abordar diferentes temas geográficos e de extrema relevância social para o Brasil.

O amalgama é o relevo e a transversalidade aos textos é a sociedade, tomada principalmente pelo viés da urbanização, que, ao se apropriar da natureza, transformando-a inicialmente em sítio urbano, imprime a este novas formas de relação e interação de seus elementos e propriedades, que originalmente foram constituídos em outros tempos e com temporalidades que estavam além do tempo social, mas, hoje, ao contrário, constituem-se essencialmente a partir de uma produção social, de tal maneira que discutir e refletir sobre processos erosivos e inundações na cidade, exige do geógrafo-geomorfólogo discutir a produção da cidade, em que o relevo deve ser compreendido dentro das categorias geográficas de território, lugar e paisagem.

Por outro lado, não podemos deixar de discutir a geomorfologia geográfica, campo de reflexão que se torna disciplina a partir das reflexões de Goethe - Humboldt e que atuará como o cimento epistêmico da geografia física no contexto geográfico. No entanto, atualmente, observamos que as pesquisas em geomorfologia, principalmente aquelas preocupadas com a gênese do relevo, estão sendo pouco desenvolvidas pelos geógrafos-geomorfologistas e, apesar de novas e modernas técnicas desenvolvidas pela geologia, pela física e pela química, não estamos refletindo sobre as nossas matrizes interpretativas e, acima de tudo, não estamos nos questionando sobre qual o novo significado do relevo e de sua abordagem geográfica nesses novos tempos em que a ciência newtoniana e portanto sua concepção de espaço, natureza e tempo, não mais sustentam o mundo.



FICHA DO LIVRO


Páginas: 192
Coleção: Geografia em Movimento

Gênero: Geografia

ISBN
:
978-85-7743-069-7

Ler Mais

Terra e Território - a questão camponesa no capitalismo

Autoras: Eliane Tomiasi Paulino e Rosemeire Aparecida de Almeida.

A A obra é dividida em duas partes. A primeira trata da natureza da economia camponesa e seus desafios no século XXI. Situa o lugar dos camponeses no debate marxista e analisa sua organização produtiva e os fundamentos teóricos derivados da própria economia camponesa. A segunda parte aborda diversas questões: propriedade privada da terra e campesinato, política agrícola no contexto do comércio mundial, pactos de classe e políticas dos Estados-Nações, aliança terra-capital, segurança e soberania alimentar, todas sob um debate geopolítico.

Acesse: http://pueblolivraria.com.br

FICHA DO LIVRO


Páginas: 112
Coleção: Geografia em Movimento

Gênero: Geografia

ISBN
:
978-85-7743-148-9
Ler Mais

Leituras do Conceito de Território e de Processos Espaciais

Autores: Marcos Aurélio Saquet e Edson Belo Clemente de Souza.

  Em Leituras do conceito de território e de processos espaciais o leitor encontra textos de jovens autores que estão estudando a problemática territorial nos níveis epistemológico e ontológico. São pesquisas e reflexões acerca das abordagens e concepções de território e sobre dinâmicas espaciais mais específicas, mas que revelam aspectos fundamentais da reconstrução do território. Este é, de maneira geral, compreendido como produto da dialética sócio-espacial, porém, pode ser lido de diferentes maneiras como demonstram os autores das segunda parte da coletânea. São leituras feitas a partir de obras fundamentais de autores muito importantes para a geografia e outras ciências sociais, como Gilles Deleuze, Félix Guattari, Claude Raffestin, Robert David Sack e Bertha Becker. Leituras de processos que estão presentes na luta pela terra, nas relações campo-cidade, na industrialização, na intensificação do uso das técnicas e tecnologias e, também, na efetivação de redes de circulação e comunicação.


Assim a presente coletânea é um convite ao diálogo com diferentes autores e sobre distintos temas e recortes espaciais de estudos para estudantes da graduação e da pós-graduação de diferentes áreas do conhecimento. É mais uma publicação do Grupo de Estudos Territoriais (Geterr), da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).
Acesse: http://pueblolivraria.com.br




FICHA DO LIVRO


Páginas: 144

Gênero: Geografia

ISBN
: 978-85-7743-126-7
Ler Mais

Capitalismo Sindical

Autores: João Bernardo e Luciano Pereira.

O que leva um sindicato de trabalhadores a enveredar pelos meandros da acumulação patrimonial e financeira aplicando aí os recursos econômicos oriundos da cotização voluntária e autônoma dos trabalhadores? O que o leva a fazer incursões nos seletivos e nefastos caminhos dos fundos de pensão, chafurdando nos escusos interesses das privatizações? O que o faz tornar-se uma força do capital na condição de acionista e/ou gestor e desse modo laborar de fato pela desconstrução da alternativa crítica do trabalho?

O que leva tantos setores do sindicalismo a praticar o capitalismo sindical, praga que vem avassalando sindicatos em amplas esferas e em múltiplas partes do mundo?

Fazendo um quadro minucioso, ainda que sintético, das experiências do sindicalismo negocial na Alemanha, Suécia, estados Unidos, Israel, Rússia (emesmo na ex-União Soviética), China, México, Brasil, dentre tantos outros exemplos, Capitalismo sindical, de João Bernardo e Luciano Pereira, é um pequeno livro explosivo que realiza uma verdadeira devassa nessas práticas sindicaisa que, quanto mais parecem enterradas, mais fortes ressurgem.

A constatação do texto é cáutica: quando mais verticalizada é a burocracia sindical, quanto mais distanciada está de suas bases operárias,mais e mais ela mergulha na lógica do sindicalismo negocial capitalista. E, ao realizá-lo, acaba por transfigurar crescentes parcelas do sindicalismo que, em sua origem, nasceram como uma ferramenta do trabalho em sua luta contra o capital, metamorfoseando-se na mais nova (ou será velha?) modalidade do sindicalismo.




FICHA DO LIVRO

Título: Capitalismo Sindical
Autores: João Bernardo e Luciano Pereira.

Editora
: Xamã Editora
Páginas: 128
Edição: 1ª
Ano: 2008

Gênero: Ciências Sociais - Ciência Política - Sindicalismo

ISBN: 8575870947
Ler Mais

As Esquinas Perigosas da História

Autor: Valério Arcary.

Não perceber a História como estudo da transformação social - em que se combinam o desenvolvimento gradual, quantitativo, e as mudanças abruptas, qualitativas - reduz o lugar daquela a um jogo intelectual de salão, no dizer de Hobsbawn, favorecendo o domínio do conservadorismo. Valério Arcary rompe com esse rebaixamento de expectativas e vai buscar nas esquinas do século XX os elementos-chave para compreender os momentos de transformação da humanidade e os desafios postos para o futuro.

FICHA DO LIVRO

Título: As Esquinas Perigosas da História
Autor: Valério Arcary

Editora
: Xamã Editora
Páginas: 240
Edição: 1ª
Ano: 2004

Gênero: História Geral - Marxismo

ISBN: 857587028
Ler Mais

O Estruturalismo e a Miséria da Razão


Com única edição de 1972, agora reditado pela Expressão Popular com pósfácio de José Paulo Netto, o livro pretende contribuir para indicar os limites do estruturalismo e ressaltar a universalidade e a atualidade do pensamento de Luckacs. Desenvolve e atualiza a crítica da cultura burguesa do irracionalismo com uma denúncia das variadas versões da corrente agnóstica, ou seja, daquele empobrecimento da Razão que integra, complementa e reforça os mitos irracionalistas, particularmente os que transformam as regras formais intelectivas em realidade objetiva existente acima dos homens concretos.


Acesse: http://pueblolivraria.com.br


FICHA DO LIVRO



Páginas: 288
Peso: 349 g


ISBN
: 978-85-7743-152-6
Ler Mais

A rebelião dos marinheiros

Autor: Avelino Bioen Capitani.

Este livro merece destaque entre as memórias de resistência do “período da luta armada”. Primeiro, porque se trata da memória de um militante oriundo da camada popular camponesa. Segundo, porque o jovem Avelino engaja-se na política às vésperas de 1964, por um dos movimentos emergentes nas bases das próprias FABs, na Marinha. Terceiro, porque esse marinheiro inicia sua militância numa organização originalmente de matriz nacionalista e mergulha no enfrentamento armado da ditadura. Tudo isso numa clara e fluente narrativa.

FICHA DO LIVRO


Páginas: 248


ISBN
: 85-87394-80-0



Ler Mais

TRANSGÊNICOS: As sementes do mal - A silenciosa contaminação de solos e alimentos

Autores: Antônio Inácio Andrioli e Richard Fuchs (orgs.).
Deve a transgenia eliminar da mesa e das lavouras as plantas e os alimentos tradicionais? Em torno dessa questão se acendeu um caloroso debate na Europa. O acordo de coalizão do governo alemão promete o apoio à transgenia de acordo com os interesses da indústria química. Os consumidores, ao contrário, recusam a “comida de laboratório” e também os agricultores reagem desesperadamente. Nos EUA, no Canadá e na Argentina já há dez anos sementes transgênicas patenteadas foram utilizadas para cultivo em extensas áreas. Ali, tanto os riscos ecológicos e à saúde podem ser pesquisados como as falsas promessas da indústria química. O uso de agrotóxicos aumentou, a produtividade diminuiu e a coexistência entre cultivos transgênicos e não transgênicos é impossível. As plantas transgênicas se expandem de forma descontrolada. Como se isso não bastasse: de acordo com um relatório dos EUA a poderosa indústria de sementes Monsanto parece não se intimidar com nada. Corrupção, pressões, denúncias, investigações, falsificação de contratos e de estudos científicos, bem como a eliminação de pequenos agricultores do processo produtivo integram o arsenal do seu império econômico. Para essas ações a Monsanto emprega, somente em seu departamento jurídico, 75 advogados, que contam com um orçamento anual de 10 milhões de dólares.
Acesse: http://pueblolivraria.com.br


FICHA DO LIVRO

Páginas: 280


ISBN
: 978-85-7743-061-1

O conteúdo do livro:

• A não esclarecida morte de 70 vacas leiteiras após terem sido tratadas por um longo período com milho trangênico.
• O quanto é confiável a pesquisa encomendada a biólogos moleculares?
• Qual é a influência de lobistas sobre a liberação de plantas transgênicas realizada em Bruxelas e Berlim?
• Semente transgênica não rotulada em programas de combate à fome.
• A eliminação de pequenos agricultores nos EUA e a crescente resistência.
• Monsanto: com 75 advogados e um orçamento de 10 milhões de dólares contra os agricultores.
• Substâncias alérgicas na soja.
• Alimentos transgênicos e seus efeitos.
Ler Mais

Uma epopéia brasileira - a coluna Prestes


Episódio mais importante da saga dos "tenentes", a Coluna Prestes marcou a década de 1920.
Inspirados nos ideais liberais de "representação e justiça", os "tenentes" batiam-se pelo voto secreto e pela moralização dos costumes políticos, corrompidos pelo domínio oligárquico em vigor durante a República Velha.

A Coluna Prestes - o momento culminante do tenetismo - reuniu um exército guerrilheiro de aproximadamente 1,5 mil homens e mulheres, comandados por uma dúzia de oficiais do Exército e da Força Pública de São Paulo, entre os quais se destacava Luiz Carlos Prestes.

A Coluna percorreu 25 mil quilômetros através de 13 Estados do Brasil, derrotando 18 generais governistas, sem jamais ter sido desbaratada, apesar do enorme poderio bélico mobilizado contra ela.

FICHA DO LIVRO


Páginas: 144


ISBN
: 978-85-7743-108-3


Ler Mais

Estação Paraíso

Autor: Alípio Freire.

“... Alípio Freire recolhe seus poemas criados ao longo de muitos anos. Caso raro no país, trata-se de poesia que privilegia a política. Poemas escritos em memória de um passado militante, celebram a saga da resistência à ditadura e os que nela tombaram. Predominam amplos vôos líricos, numa dicção a muitos graus de elaboração, que se quer chã e despretenciosa. Trazem um diálogo aberto com nossa tradição poética, a todo momento irrompendo interpelações a outros vates, que vieram antes e que marcaram este. (Walnice Nogueira Galvão, crítica literária)
Acesse: http://pueblolivraria.com.br


FICHA DO LIVRO

Autora: Alípio Freire.
Páginas: 128

Gênero: Poesia - Literatura Brasileira

ISBN
: 978-85-7743-021-5
Ler Mais

As origens e a comemoração do Dia Internacional das Mulheres


Diversas são as histórias que tentam contar a origem do Dia Internacional das Mulheres, comemorado no dia 8 de março ao redor do mundo.

Conhecer as motivações e desvendar os mitos e os fatos que deram origem ao 8 de março é o que nos traz o livro de Ana Isabel Álvarez González, agora traduzido para o português. A pesquisa realizada pela autora vai a fundo conhecer a história do movimento de mulheres socialistas do final do século 19 e início do século 20. Revela embates e contradições dentro do movimento socialista quanto ao reconhecimento da importância da igualdade entre os sexos e da libertação das mulheres.

A luta das mulheres reivindicava o direito ao voto, ao reconhecimento como portadoras de bens e direitos, o acesso ao trabalho e ao espaço público. A autora relata os acontecimentos do trágico e marcante incêndio em uma fábrica nos Estados Unidos, onde mais de cem operárias foram mortas. Tal evento foi de suma importância para o desenvolvimento do movimento operário estadunidense, no entanto, a autora desconstrói o mito que o vincula à criação do Dia Internacional das Mulheres.

Ao se completar um século desde que as mulheres socialistas reunidas em Copenhague aprovaram a proposta do Dia Internacional das Mulheres, a recuperação do significado dessa data é uma contribuição importante para a reflexão sobre os desafios, as formas de organização e as reivindicações que mobilizam a lutadas mulheres ainda hoje.



FICHA DO LIVRO


Páginas: 208
Peso: 255 g 


ISBN
: 978-85-7743-138-0



Ler Mais

Paulo Freire – Vida e obra

Autora: Ana Inês Souza.


Tudo começou com um desafio: criar uma visão abrangente da obra de Paulo Freire, retomando seus temas mais queridos – o diálogo e a partilha na construção de um mundo novo e a prática educativa transformadora e libertadora. O Grupo de Estudos e Pesquisas em Paulo Freire aceitou a proposta, produzindo coletivamente textos que dialogam com as principais obras e idéias do mestre numa linguagem acessível, voltada aos militantes dos movimentos sociais e das escolas no Brasil. Selecionado pela Fundação Biblioteca Nacional - programa Livro Aberto.

Uma obra que reúne uma série de escritos que retomam os temas mais queridos de Paulo Freire: a prática educativa transformadora e libertadora, alicerçada em uma pedagogia com base na ética e no respeito à dignidade - conceitos atualmente fora de uso - como instrumentos para a construção de um mundo novo. Um livro que chama para a luta, que busca realizar meios de intervenção na realidade, numa ação cultural pela pedagogia da indignação, para valorizar o ser humano e, assim, tornar possível "o nosso sonho". Paulo Freire nos disse que não apenas temos o direito, mas temos, principalmente, o dever de mudar o mundo.

Acesse: http://pueblolivraria.com.br



FICHA DO LIVRO



Páginas: 334
Peso: 396g


ISBN
: 85-87394-24-x


Ler Mais

O laboratório de Gramsci - Esgotado

Autor: Alvaro Bianchi.

O laboratório de Gramsci
tem como objeto de estudo a reflexão a respeito da relação entre filosofia, política e história nos Quaderni del carcere, os escritos que o filósofo italiano Antonio Gramsci produziu na prisão. Dessa maneira, a partir desses conceitos, fundamentais para a obra de Gramsci, é possível compreender a unidade entre teoria e prática e sua relação com outras áreas do saber. Alvaro Bianchi nos oferece um conjunto de idéias que devem ser lidas não somente por especialistas, mas por militantes da construção de uma sociabilidade para além do Capital. Em sua obra faz uma síntese absolutamente necessária de militância e conhecimento tão difundidos principalmente nos meados de 1970.
Os Quaderni del carcere, ou seja, Os cadernos do cárcere, são necessários para uma reconstrução mais rigorosa no percurso da formulação de argumentos e conceitos teóricos gramscianos. Neles está presente a marca de um pensamento vivo, capaz de informar uma renovada prática teórica e política engajada em projetos de emancipação social.

O contexto da luta contra as ditaduras latino-americanas, simultaneamente ao processo de crise e decomposição das organizações tradicionais da esquerda, possibilitou que nosso continente fosse um ambiente favorável para a recepção das idéias gramscianas. Os conceitos-chaves de Gramsci dentre eles: “hegemonia”, “bloco histórico”, “intelectual orgânico” e “sociedade civil”, passaram a fazer parte do vocabulário intelectual e político dos países. Suas formulações e idéias são trabalhadas com maior intensidade na América Latina, mais até do que em seu próprio país. Suas teorias e seus escritos são aparecem no cotidiano da prática política brasileira: no jornalismo, nos discursos e, principalmente, no debate intelectual. Por isso, o livro de Alvaro Bianchi é destinado para todos aqueles que pensam sobre a política como um arsenal de práticas ligadas ao cotidiano.







FICHA DO LIVRO


Páginas: 320


ISBN: 978-85-98325-79-8 

Sobre o autor: ALVARO BIANCHI é Professor do Departamento de Ciência Política da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), diretor do Centro de Estudos marxistas (Cemarx) e secretário de redação da revista Outubro.
Ler Mais

A nova mulher e a moral sexual

Autora: Alexandra Kolontai .

Alexandra Kolontai foi uma das líderes da primeira revolução socialista. Os dois textos que publicamos refletem o aprendizado político e as conquistas da revolução na construção das novas relações de classe e gênero. Faz uma análise da situação da mulher na sociedade burguesa, comprimida por um código moral em que a propriedade privada era – e ainda é – prioridade, a ela tudo se sujeitando. E, a partir das conquistas da revolução, apresenta a necessidade da reorientação no comportamento do homem e da mulher, participantes da nova estrutura social que a revolução engendrou: um amor-companheiro, com direitos e responsabilidades iguais, com respeito à individualidade, com apoio mútuo...


Dois textos compõem esta obra:


O primeiro (1918) apresenta uma crítica à situação da mulher na sociedade burguesa, comprimida por um código moral em que a propriedade privada era – e ainda é – prioridade, a ela tudo se sujeitando.


O segundo (1921) trata da necessidade de uma reorientação no comportamento do homem e da mulher, partícipes da nova estrutura social que a revolução bolchevique engendrou...





FICHA DO LIVRO


Páginas: 176


ISBN
: 978-85-8739-413-5
Ler Mais

Ensino jurídico e mudança social

Autor: Alberto Machado

A presente obra faz interessante estudo do Direito como instrumento de manutenção da situação econômica e social vigente. Isso porque o Direito, embora por vezes portador de um discurso transformador, serve, sim, como instrumento para a manutenção do poder econômico da elite brasileira. As teses aqui expostas trazem luzes a este tema tão polêmico e tão apaixonante: a função social da terra e do Direito como ferramenta de luta para transformar a realidade.


Acesse: http://pueblolivraria.com.br


FICHA DO LIVRO

Páginas: 286


ISBN
: 978-85-7743-092-5
Ler Mais

Identidade e luta de classes

Autor: Ademar Bogo

As lutas populares ou sindicais se constituem na escola primária da luta de classes. Elas, por serem abertas, têm a facilidade de incluir milhares de pessoas que ainda possuem pouca experiência e baixo nível de consciência. Ao lutar, a unidade política ganha forma e em torno das reivindicações imediatas se estabelece a identidade do movimento.

A identidade revolucionária virá na medida em que o movimento das contradições gerais apontarem para a revolução. Logo, todos os esforços empreendidos são como pedras lançadas contra os mesmos inimigos. É o momento em que a classe se amplia e o projeto se torna consciente, ao alcance da mão de todos os sujeitos que lutam.


FICHA DO LIVRO

Autor: Ademar Bogo

Páginas: 264


ISBN
: 978-85-7743-053-6
Ler Mais

Filosofia da Práxis

Autor: Adolfo Sánchez Vázquez .

Em co-edição com a CLACSO, editamos este trabalho, que é um dos mais sólidos acerca do marxismo. Há trinta e cinco anos de sua primeira edição, este livro torna-se cada vez mais vigente, devido à necessidade de compreender e transformar nosso entorno social, político, econômico e cultural. Porém, sobretudo se converte em uma leitura indispensável pela riqueza de suas reflexões, distanciadas de todo dogmatismo e revitalizadoras de outras filosofias.



Acesse: http://pueblolivraria.com.br




FICHA DO LIVRO

Páginas: 448
Peso: 649 g.

Gênero: Filosofia - Marxismo

ISBN
: 978-987-1183-71-5

Ler Mais

Rosa Luxemburg ou o preço da liberdade

Autor: Jörn Schütrumpf (org.).

Rosa Luxemburg foi uma das pessoas mais extraordinárias da esquerda européia em todos os tempos. Este livro contém três documentos preciosos da revolucionária judia/polonesa/alemã, além de uma bela introdução de Jörn Schutrumpf, que apresenta os principais momento da vida e obra de Rosa Luxemburg, e interessantes comentários sobre a atualidade.

PREÇO: R$ 10,00


Cartão, boleto e débito:Depósito bancário:
Ambiente de compras seguro. Tire suas dúvidas clicando aqui.


FICHA DO LIVRO


Título: Rosa Luxemburg ou o preço da liberdade

Autor: Jörn Schütrumpf (org.)

Editora: Expressão Popular

Páginas: 160


Gênero: Biografia - História Geral - Ciência Política


ISBN
: 85-7743-016-2


Ler Mais

Ensino de História - Fundamentos e Métodos

Autor: Circe Maria Fernandes Bittencourt.

 Este livro aborda aspectos do ensino e aprendizagem de História do ponto de vista dos problemas teóricos que fundamentam o conhecimento escolar e dos problemas das práticas em sala de aula. A História, enquanto conhecimento escolar, possui uma história que é brevemente apresentada, a fim de propiciar ao leitor reflexões sobre o atual momento da disciplina no processo de reformulações curriculares. A obra propiciará aos docentes de diferentes níveis uma base para refletir sobre as finalidades do ensino de História e seu papel na formação das atuais gerações.


FICHA DO LIVRO

Editora: Cortez
Páginas: 408


ISBN: 9788524910692
Ler Mais

Mato, Palhoça e Pilão - O quilombo, da escravidão às comunidades remanescentes (1532-2004)

Autor: Aldemir Fabiani

Este livro reconstrói o fenômeno quilombola, desde a implantação do trabalho escravizado no Brasil, nos anos de 1530, até a abolição formal do regime escravista, em 1888. Apresenta o quilombo como forma singular de resistência do trabalhador escravizado à apreensão violenta e exploração de sua força de trabalho, no quadro trabalhadores escravizados versus escravizadores. Finalmente, aborda o movimento de ressemantização empreendido, sobretudo por antropólogos, da categoria “quilombo”, nos anos seguintes à Constituição de 1988, que determinou o reconhecimento das terras dos remanescentes de quilombo, apontando para uma tentativa de negação desse fenômeno e do passado escravista.

 

FICHA DO LIVRO


Páginas: 432


ISBN: 85-87394-77-0
Ler Mais

Compre aqui na Banca Livraria Popular através do PagSeguro-UOL